Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

Tema do dia - Super Poderes (#03)

A meu entender um super herói é alguém que usa os seus poderes para salvar o bem-estar de outros, que arrisca a sua própria vida para facilitar a dos outros. Sendo assim, anuncio ja que seria um super-vilão se a ocasião se proporcionasse.

Se me fosse dado poder ilimitado, todas as escadas seriam rolantes para mim, todas as mulheres achar-me-iam atraente e quando alguém estivesse a contar uma história, passaria logo para a parte que realmente interessa. Por enquanto até parece que não sou um malfeitor de primeira, mas no fundo era mais o estupendo homem-conveniência.

Mas duvido que me levassem sempre a bem. É que provavelmente teria também o poder de passar à frente nas filas de espera, talvez até de ser o homem mais bem sucedido do mundo, à custa do fracasso dos meus adversários. Bem mauzão, eu.

Ok, talvez não seja ameaçador o suficiente para ser derrotado pel'Os Vingadores, mas pelo menos um polícia ou dois eram capazes de me tentar parar, ou pelo menos mandavam-me fazer a minha cena pela calada sem incomodar os vizinhos. Principalmente no que toca à minha banda de super poderes. Pois é, vou ter uma dessas, com bongos voadores e tudo.

índice.pngIsto não quer dizer que não conseguia ser maléfico. Eu podia forrar os quartos dos meus inimigos com Legos, por exemplo. Mas a minha maldade vinha claramente de não ajudar ninguém e de só pensar em mim. Não é uma coisa que nações inteiras se unissem para me deter, eu seria mais o homem que passa na rua e uma mãe diz para o seu filho: "Cuidado Martim, não te chegues perto desse senhor".

Seria o Capitão Duvidoso! Ou o Egoísta Atómico! Seria aquele que lembra à humanidade que a vida é injusta e que, às vezes, Deus dá nozes a quem não tem dentes.

Pelo menos tinha uma lição a dar.