Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

Mini-contos (#09)

Todos viram o papel cair do bolso do homem que se afastava a mendigar.

Ninguém se preocupou com isso, mas a sua filha apanhou-o. Aos 4 anos já sabia que não se devia deixar lixo no chão. 

 

Recordava esse momento.

Tudo poderia ser diferente se tivesse ficado com aquela aposta vencedora em vez de a devolver ao sem-abrigo.

 

Que ironia, pensou, enquanto observava aquele mesmo homem, agora tão diferente, que escapava incólume do seu veículo topo de gama, enquanto ele segurava o corpo atropelado e sem vida da sua menina.

Mini-contos (#08)

João Aurélio nunca tinha pensado em si mesmo como um assassino.

Mas agora, com a faca ensanguentada nas mãos e as vísceras da mulher junto dos pés, ia ter de reconsiderar.

Afinal, quem mais podia ter feito aquilo?

Mini-contos (#07)

É óbvio que os presentes são uma componente importante do Natal.

Só que, se me tivessem dado a escolher entre um par de meias ou encontrar o meu filho desmembrado dentro de vários embrulhos debaixo da árvore, eu teria escolhido ter os pés quentinhos...

Infelizmente, o Pai Natal, às vezes, traz-nos o oposto daquilo que queremos.

Mini-contos (#03)

Não havia nenhuma pista, a polícia estava incrédula.

Já era o décimo quarto homicídio,

a vítima sempre pendurada pelo seu próprio intestino num poste da luz.

 

Até que à décima quinta vítima, quase que como por milagre,

a polícia ainda a encontrou com vida.

Tinha visto quem era o homicida.

 

A polícia recusou ouvir a informação, não queriam spoilers.

 A conta já vai em quarenta e quatro vítimas.

Mini-contos (#02)

Ela pediu-lhe um lápis emprestado para poder desenhar a paisagem.

Ele ofereceu-lho de bom grado e foi-se embora.

 

Agora, ela queria pedir-lhe a ele emprestado para poder desenhar a sua vida.

Mas, como não o encontra, vai ter de se contentar com o lápis.