Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

Revolução Estática #1

Não tenho muito tempo para vos escrever isto, estou em fuga e é assim que tenho que continuar. Elas estão em todo o lado e vêem tudo. O assunto é sério e elas contam com a conivência dos media, que até agora não reportaram nada desta história, mas isso é assunto para outra altura. Quanto ao que se está a passar, é para isso que cá estou, mesmo sob risco de vida. 

 

Há uma revolução a caminho. Revolução essa que se destina a acabar com toda a nossa raça (quer dizer, pelo menos a minha. Estou a falar da raça humana. Quanto a vocês não sei, não faço juízos de valor sobre quem lê a porcaria que escrevo, até podem ser um orangotango... E nesse caso vão poder continuar a levar a vossa vida de orangotango à vontade, porque esta revolução não vos vai afectar).

As estátuas estão a revoltar-se e planeiam tomar o mundo para elas. Sei de fonte segura que o seu plano é eliminar todos os humanos. Consideram que estamos a destruir o planeta e que a única forma de o salvar é essa.

 

Olá... Eu? Nada, só estou aqui a cumprimentar as pessoas... Não faço parte de nenhuma revolução...

 

 É claro que tenho provas. Não são muitas, porque, como já disse, há uma enorme campanha para desacreditar todas as informações reais e fazê-las passar por meras tolices. Mas aqui fala-se a verdade, não tenho medo do que me possa acontecer. Até porque não há mais nada a fazer, se não conseguirmos pôr fim a isto estamos tramados.

Há cerca de um mês vi uma notícia que muita gente podia considerar algo de insólito, engraçado e sem importância nenhuma. Mas eu sou diferente, sempre me destaquei por ver aquilo que mais ninguém via. Entretanto fui ao médico, diagnosticaram-me a esquizofrenia, deram-me a medicação e acabaram com esse problema. A sagacidade, contudo, manteve-se.

A notícia era sobre a detenção de uma escultura/estátua da figura de Ronald MacDonald na China.

Nunca me apanharão vivo!

 

Como podem ver, ele tentou de tudo, resistiu à detenção, mas a polícia estava bem preparada, não olharam a esforços para levar esta operação a bom porto. O restante das imagens não mostro aqui, por serem demasiado chocantes – a polícia na China não brinca em serviço, assim que começou a resistir partiram-lhe as pernas e acabaram com a brincadeira. 

 

Foi dada uma desculpa esfarrapada para esta detenção e passou-se. Só que eu não fiquei satisfeito. Fui até à China para investigar mais sobre isso e o que fiquei a saber é alarmante. 

Foi ao prosseguir com as minhas investigações que dei por mim nos serviços secretos chineses, sobre os quais não vos posso dizer nada, são secretos por alguma razão. Nem o nome podem saber. Mas acreditem que estive lá. A sério. Mesmo. Não vos estou a enganar. Estou a sério. Mesmo. Juro. A sério. É verdade. É mesmo. Sim.

 

Foi lá que me foi revelado tudo o que sabiam e o que estavam a tentar fazer para parar esta ameaça, ao mesmo tempo que me conferiam a missão de divulgar as informações de que dispunha ao público, para tentar fazer-vos ver a realidade. Estive presente no interrogatório da estátua do Ronald McDonald, detido por ser um informador ao serviço da revolução. Foi fácil de o apanhar porque o ego traiu-o e falou mais do que devia a quem não devia. Era a missão dele recrutar e espalhar a palavra e o medo sobre a revolução das estátuas.

 

Foi lá que fiquei a saber que a revolução partiu da mente de uma estátua chinesa, mas que não se cingia àquele território. É um movimento global. Nós estamos sob um enorme perigo e não fazemos nada para o parar. 

As autoridades chinesas levaram o caso muito a sério, como deviam, e mesmo assim estão a ter dificuldades. Mais de metade do país já sucumbiu às mãos desta luta e o resto do mundo continua oblívio e em negação. O silêncio é ensurdecedor.

A China é o único país que está a levar esta ameaça a sério, enquanto todos os outros escolhem ignorá-la. Começaram por esta e fizeram muito mais detenções, não mostraram nenhuma misericórdia e mesmo assim estão a perder esta guerra.

 

Eu tenho mais, muito mais, para vos contar sobre isto. Temos de espalhar a palavra e lutar pela sobrevivência. Vou contar-vos melhor a origem deste golpe e o seu progresso, mas agora não posso. Tenho de me voltar a esconder. Nenhum sítio é muito seguro para mim, elas sabem quem sou e sabem que estou a tentar abrir-vos os olhos para que começamos a resistir. E estão determinadas a que eu não consiga os meus objectivos.

Não ignorem o problema, nem acreditem em nada do que vêem e ouvem. Por algum motivo estão a conseguir manipular toda a informação e adulterar a percepção que temos dos eventos, mas acreditem, o mundo está sob ataque e estamos a perder.

Morram humanos, morram!

Hahaha... Vão morrer todos!

 

Isto são apenas dois exemplos daquilo que digo. Um pouco por todo o mundo estão a ser lançados ataques comandados por estátuas, perdas enormes para a raça humana e, no entanto, ninguém fala sobre isso! Tudo é ignorado. Não acreditem no que lêem! Estas imagens foram mostradas como sendo de celebrações e toda a gente aceitou e não se importou mais, quando na realidade são ataques com explosivos. As estátuas estão a ganhar a guerra. 

 

Tenho mesmo de ir, volto a reportar mal possa, há muito mais a dizer sobre isto. Até lá, abram os olhos e vamos resistir.

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post