Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

El vampiro.

Fui hoje ao site do Correio da Manhã.

Além de vários vírus no computador e de algumas doenças venéreas, apanhei também uma "notícia" acerca de três miúdos mexicanos que mataram o amigo para que este se tornasse num vampiro. Não funcionou, vá-se lá saber porquê.

Mas vamos analisar a questão mais a fundo...

BuZxFsHCIAAW194.jpg

Pontos a favor:

- O ritual satânico foi encontrado num livro. Afinal, os miúdos de hoje ainda lêem;

- A cidade chama-se Chihuahua. É só isto;

- Cortar uma pessoa e estrangulá-la é uma boa alternativa àquele já velho cliché de que os vampiros só podem ser criados com dentadas e chupadelas de sangue.

 

Pontos contra:

- Os jovens desfizeram-se do corpo do amigo amarrando-o dentro de um saco de plástico e atirando-o à rua. É poluição vezes dois;

- Os jovens desferiram vários golpes no colega com uma garrafa de vidro. Ora, as garrafas de vidro, por norma, não criam vampiros: criam bêbados;

- O visado acabou por morrer, sem se transformar num vampiro;

- Se a empreitada tivesse corrido bem, e depois de todos os maus-tratos que sofreu, o mais recente vampiro mexicano provavelmente atirar-se-ia em primeiro lugar aos seus próprios "amigos".

 

E era bem-feita!