Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

O futebolista que tem medo de marcar golos.

Olá, eu sou o Carlos. Assim mesmo, só Carlos.

Não quero dar a conhecer a minha verdadeira identidade porque decerto vocês iriam reconhecer-me, tamanha é a minha fama... Mas queria desabafar um pouco convosco, sem ser julgado e/ou vilipendiado.

 

É o seguinte: eu sou um jogador de futebol. E um dos bons, atenção! Não há cá passes mal-feitos ou remates para as bancadas.

Só que, ultimamente, tenho estado "sob fogo" porque não marco golos. E não é por azelhice, nem nada que se pareça... É mesmo só porque tenho medo de o fazer.

Sim, sou um jogador de futebol que tem medo de marcar golos! Não gozem comigo, por favor, porque sou também uma pessoa bastante sensível e muito em contacto com os seus sentimentos...

 

E porque é que me dá os calafrios sempre que vejo a baliza adversária à minha frente, pronta a ser espingardada pelo meu portentoso pé direito? Porque sei que depois vêm os festejos, e é aí que o inferno começa.

Calduços, chapadas, palmadas, moches, cachaços, puxões, agarrões, pontapés e encontrões. Tudo o que é contacto físico que deve ser evitado no futebol jogado é canalizado para os festejos efusivos de um golo.

No outro dia joguei 87 minutos sem ganhar sequer um arranhão e, após marcar um golo aos 88 minutos, saí do estádio com um olho negro e três ombros desmanchados. E eu só tenho dois ombros!

 

Já viram um jogador de futebol durante um jogo? Já viram o quão florzinhas de estufa somos em jogo corrido? Porque é, então, que, quando o jogo pára para se celebrar um golo, já podemos levar toda a porrada possível e imaginária?!

 

1024.jpg

"És o maior, puto!"

 

Por tudo isso, evito marcar golos. Assim, ao menos evito lesionar-me e posso continuar a ajudar a equipa em todos os outros aspectos do jogo.

Menos o guarda-redes... Esse, como está demasiado perto de uma baliza e eu tenho mesmo receio delas, está por sua conta.

 

Saudações desportivas (mas meiguinhas)!