Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

Ladrão de carnes e de sonhos.

talho.png

Estão a ver a imagem que está aqui em cima?

Apetece-me agarrá-la, fazer-lhe um buraquinho no centro e fazer amor com ela, de tanto que a aprecio!

 

Esta notícia trata a história de um talhante que é assaltado mês sim, mês não.

Agastado com a situação - e porque a PSP devia estar ocupada com outra coisa, em vez de investigar o assunto por CINCO VEZES -, decidiu colocar um pedido na porta à atenção dos larápios, “a ver se eles têm pena" dele.

Esqueçamos o facto de a falta de pontuação fazer parecer que ele está a dizer para os larápios não lhe roubarem mais "obrigado", seja lá que tipo de carne isso for (acho que é do cachaço). Esqueçamos até o facto de já lhe terem levado "um molho de salpicões" e "um pedaço de costela do lombo".

Passemos logo para um ensaio de uma conversa actual entre estas duas figuras:

 

     - Ora, bom dia, senhor larápio, como vai? Já não o via há algum tempo...

     - Vou bem, vou bem. Com o colesterol a bailar para cima e para baixo, mas isso, com a idade, sabe como é.

     - Pois, pois... Olhe, é uma questão de cortar com as carnes vermelhas! Por falar nisso, tenho aqui um franguinho do campo que de gorduras não tem nada. Quando era vivo até pousava para capas de revista, veja lá.

     Ambos os homens galhofeiros riem-se que nem doidos, até que o assaltante responde:

     - Não, mas deixe estar. Hoje levo-lhe só a caixa registadora, que já estou farto de a levar nota a nota.

     - Ah, muito bem... Estava a contar alimentar a minha família, mas fica para uma próxima. E diga-me lá, quer que eu a corte em fatias fininhas, que parece que se desfazem na carteira?

 

É isto, obrigado.

Vocês foram um público maravilhoso.