Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

Artimanha de Strepcox

Enquanto estava a fazer pesquisa numa biblioteca muito antiga, como parte de um game show em que estou a participar, deparei-me com vários documentos a relatar as verdadeiras origens de certas coisas que assumimos saber, apenas para estarmos totalmente errados. Pequenas curiosidades e momentos associados a alguma descoberta ou conhecimentos perdidos. Reproduzo aqui um deles, sobre a verdadeira origem de algo muito conhecido e de um procedimento perdido na história.

 

Artimanha de Strepcox

 

Não tão famosa como a manobra de Heimlich, mas praticada por alguns puristas que defendem que Strepcox foi o primeiro a inventar um método para desimpedir as vias respiratórias quando obstruídas por um objecto estranho – para objectos conhecidos Strepcox recorria a outro método, fazendo uso da familiaridade e pedindo que se desalojassem sozinhos em troca de algum favor futuro.

 

No dia em que Strepcox foi registar a sua ideia, engasgou-se com o caroço de uma maçã e teve de se afastar da fila. Enquanto tossia, um miúdo com apenas nove anos de experiencia e dez de idade correu na sua direcção e deu-lhe um grande abraço pelas costas. A pressão causada pelos sucessivos apertos que o miúdo dava fez com que Strepcox cuspisse o caroço e ficasse fora de perigo. O rapaz pensava que Strepcox era o pai que nunca tinha conhecido e quando o viu desatou a correr para o abraçar.

Ao mesmo tempo que a mãe desculpava a atitude do filho, explicando a situação (que acontecia, em média, sete vezes por dia), o funcionário no balcão de registos, Henry Heimlich (na altura frequentava o curso de medicina, mas, tendo apanhado uma grande bebedeira na noite anterior e que ainda não tinha passado completamente, havia entrado no gabinete de registos e começado a atender pessoas que se encontravam à espera. Quando deu pelo erro tentou ir embora, mas o gerente disse que agora só o podia dispensar depois do almoço.), aproveitando a distracção, escrevinhou as regras para um procedimento ao qual chamou de "Manobra de Heimlich" e registou-o na hora, roubando assim todo o protagonismo que Strepcox esperaria para si mesmo.

 

A quem possa interessar: A artimanha de Strepcox consiste em sempre que vir alguém com as vias respiratórias impedidas por algum objecto, deve correr na sua direcção com o braço esquerdo levantado e o punho fechado, com excepção do dedo mindinho que deve permanecer esticado, ao mesmo tempo que roda o pulso e faz algum barulho que se assemelhe a uma sirene. Ao chegar junto ao individuo necessitado de ajuda deve começar com movimentos de dança tradicional irlandesa à medida que dá três voltas em redor da pessoa, finalizando com uma biqueirada no meio das pernas e três valentes murros na “boca do estômago”.

Com uma taxa de sucesso de cerca de 37,89%, tem a vantagem de fornecer uma dor alternativa para a pessoa se concentrar quando já não estiver a sufocar, bem como entretenimento e distracção para acalmar os nervos de quem está a assitir.

 

 

1 comentário

Comentar post