Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

A redundância do S. Martinho.

Penso que já todos nós conhecemos a lenda de São Martinho.

É uma história muito gira e que pretende mostrar o que de melhor há no ser humano, particularmente a compaixão.

Mas a verdade é que torna-se um bocado redundante no final. Senão, vejamos:

 

Num dia de Outono especialmente frio e chuvoso, um cavaleiro gaulês chamado Martinho viu um mendigo na rua desprotegido e a tremer de frio.

Como queria ajudá-lo e não tinha outros meios, sacou do seu espadão e cortou o seu manto a meio, oferecendo uma das partes ao mendigo.

Depois seguiu novamente o seu caminho, enquanto as nuvens desapareciam no céu e o Sol resplandecente começava a brilhar.

 

Ora, a questão é a seguinte:

Agora que já fazia Sol e bom tempo, a capa servia de pouco a qualquer um deles, não é?

Seria o mesmo que eu oferecer uma maçã ao meu primo e ele herdar um pomar logo a seguir...

 

Mas enfim, fica a intenção.

E as castanhas.

 

cruzeiro-douro-especial-sao-martinho.jpgHmm, castanhas...