Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

A puta da televisão.

Tenho a puta da televisão desligada.

Não imaginam o bem que me faz ter a merda da televisão desligada, de tempos a tempos.

Uma pessoa está em casa, relaxada, depois de jantar, e pensa: "Como é que eu podia ficar ainda melhor?" Segue uma dica: desliguem a porra da televisão.

12834910_1062982070412313_1898474705_n.jpg

Com o caralho da televisão desligada, eu deixo de ver a imensidão de pessoas que ela mostra, paro de ouvir as inúmeras bacoradas que elas dizem, cesso de observar as tragédias alheias. Não quero saber o que se passa no Mundo, no outro Mundo, aquele que fica fora desta divisão da casa.

Depois, porque é noite, e eu quero ambientar-me, já não vejo aquele intenso alternar de claridades que me rasga as córneas sempre que faço zapping. Mais, nem sequer consigo ouvir o zunido que faz a cabra da minha velhinha televisão quando tem de mostrar as cores mais claras!

Além disso, ao desligar a cornuda da televisão consigo ainda ver o meu reflexo, o reflexo do meu sofá, o reflexo do que está à minha volta. Consigo ver um reflexo da realidade verdadeira, aquela que continua a existir incólume, sem seguir ordens de um qualquer director de comunicação ou de um plano de câmara menos favorável.

 

E dizem vocês: "Ó Diogo, desligaste a cabrona da televisão mas continuas com o computador ligado!"

E eu respondo... Chiu, não compliquem!