Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

Queria? Já não quer?

Estabelecimento gerido por taberneiros armados em engraçados.

A memória já não é o que era

Depressa, leiam e prestem atenção!

 

Não é habitual partilhar momentos pessoais ou opiniões sérias; nada do que digo vale a pena. Hoje o caso é outro, diferente, importante. Hoje tenho uma coisa para dizer e peço que o leiam e percebam.

Não é fácil fazê-lo, mas por vezes a vida tem destas coisas. Não me importo com as consequências, se as houver. O que tenho a contar é grave e importante, e já aguentei tempo suficiente sem o dizer, contra tudo o que acredito. Sinto-me mal por não o dizer mais cedo, vejo agora que essa teria sido, sempre, a melhor opção e não me sinto bem comigo próprio por ter adiado e escondido isso de todos vós durante tanto tempo.

 

Não o fiz com maldade. Foi uma decisão pensada e muito reflectida. Concluí que era o melhor, o mais adequado e seguro, guardar a informação que tinha para partilhar. Achei que não era o momento, que podiam não estar preparados. Admito que estava errado, peço desculpa. Se calhar foi só por insegurança da minha parte, eu é que não devia estar preparado para falar disso abertamente e reprimo-me por isso. Mas já está feito e só me resta aceitar que o devia ter dito mais cedo; hei-de dizer agora e pronto.

 

Antes que alguém venha, antes que alguém me impeça, vou dizer e vou contar. E oiçam/leiam e não ignorem. O que tenho para dizer já decorre há muito tempo. Talvez não o tenha dito mais cedo para poupar algumas pessoas, ou então esperava que alguém tomasse essa iniciativa e não recaísse tal tarefa sobre os meus ombros.

Mas já passou muito tempo e estou farto da situação, vou ter de dizer e pronto. Mais nada. Há que ter atitude.

 

Portanto, prestem atenção, é sério e importante. Tenho algo a contar e vou mesmo fazê-lo.

Antes de mais algum contexto, senão ninguém percebe nada, também.

 

Então é assim, vou contar agora, isto tem tudo a ver com... Esperem... Ok, isto é embaraçoso. Peço que me perdoem, mas não faço ideia do que ia contar. Esqueci-me completamente. Já estou aqui há uns 37 minutos a tentar lembrar-me e nada. Nada mesmo. Não me consigo mesmo lembrar do que queria dizer.

Bem, paciência. Não devia ser nada de importante, afinal. Há-de ficar para a próxima, para outro dia qualquer. Mas o mais provável é que não seja nada. Se calhar só queria dizer que tinha de ir estender roupa, ou algo do género. Não sei, penso que não, mas não me lembro mesmo do que podia ser.

 

Não me consigo mesmo lembrar, o que seria... Olhem, paciência. Esqueçam. Não era nada de importante, de certeza. Sou capaz de nunca ter tido qualquer coisa para dizer, sequer.